• darci campioti

O Mundo Maravilho das Histórias em Quadrinhos | O Início (parte 01)

Olá! Hoje começamos uma nova etapa de postagens... Todos sabem que sou apaixonado por Quadrinhos, animação, cinema etc. (se não sabia descobriu agora).


Pensando nisso resolvemos criar uma série que fale sobre quadrinhos em formato de ‘’infográfico’’ e numerado para poder guardar e consultar.


Fiquem à vontade para tirar suas dúvidas.


Então boa leitura!


Introdução


As histórias em quadrinhos estão em constante desenvolvimento, por parte dos desenhistas, roteiristas, arte-finalistas, demais profissionais ligados à sua produção, ou pela tecnologia que se aprimora constantemente, criando oportunidades representacionais mais elaboradas.

Apesar de haver dificuldade em estabelecer datas históricas, principalmente na área artística, os quadrinhos e o cinema sempre caminharam paralelamente.


Não se sabe com precisão quando ocorreram as primeiras manifestações das histórias em quadrinhos. Moya (1987), entretanto, indica como precursor Rudolph Töpffer, suíço de língua francesa que criou os personagens M. Vieux- Bois (1827), Albertus, Festus, Jabot e Crespin. Em 1841, seus contos foram reunidos em uma coletânea intitulada Nouvelles Génevoises, que permitia o sentido de continuidade por meio das ilustrações e textos.


MOYA, Álvaro de. História da história em quadrinhos. São Paulo. Editora Brasiliense, 2ª edição, 1996.


Primeira Ficha (podem salvar e Arquiva)




25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
ícone de um telefone
ícone de um telefone
chave de boca cruzadas
ícone de um telefone
chave de boca cruzadas
chave de boca cruzadas